26.1.10

CRESPÚSCULO


E de veludo azul, quase negro, veste-se o dia de noite.

1 comentário:

Observador disse...

E de repente lembrei-me do crepúsculo dos deuses...