6.2.10

CORTINA INDISCRETA

Na montra, em fileiras pendurados por fios de nylon entrelaçados, ali estavam eles, os botões. Perfilados, transparentes e coloridos nas suas novas funções. Deixaram os casacos e os vestidos, perderam-se dos blusões.
Mas ei-los ali transformados em criativa e indiscreta cortina feita de olhinhos fixos, permanentes.
Talvez com saudades das casas por onde entravam para fechar casacos e blusões e, quem sabe, alinhavar ilusões de que, naquele aconhego, aqueciam os corações.

6 comentários:

KImdaMagna disse...

...uns botões de alma,
no corpo da montra.

Interessante esta perspwectiva de "vida"...

xaxuaxo

Paulo disse...

Adorei o texto do "Pontos de Vista" sobre os botões ... «transformados em criativa e indiscreta cortina feita de olhinhos fixos, permanentes»

Lembrou-me o quanto se pode ser criativo com matérial reciclavel, como em certo aspecto é a vida de cada um, onde sempre aproveitamos as experiências do presente, com as "lições" do passado para nos reciclarmos e enfrentarmos o futuro.

Com admiração, um beijo

Noesperesnada disse...

Cuantas miradas esconderán esos ojos que hilvanan intimidades...

EMPRESÁRIA DE SUCESSO disse...

Bonito ponto de vista!
Tem um selinho no blog: tantas coisas para você, confirme, beijinhos

Lisarda disse...

Hermosas fotos! Parabéns por seu olhar pesquisador

Luis Cardoso - Veleiro Big Rider disse...

Muito bonito! Belas imagens. Olhar preciso, escrita melhor ainda. Um abraço.