16.7.10

A HORA DO DESLUMBRAMENTO


Quando o céu beija a serra e as nuvens roçam os cumes,
o extâse instala-se e arrepia a alma, de azuis e verdes embriagada.
















7 comentários:

Campista selvagem disse...

É a minha serra vista de forma diferente ou seja do alto dos seus cumes, como no meio está avirude é no seu interior que está o seu sangue, a sua alma, é pelos seus infinitos carreiros e riachos que se encontra a sua alma,ainda bem que nem todos são capazes de lá chegar, pois seria gente a mais, gente que não sabe comtemplar este bem unico que a natureza nos ofereceu, gente que deixa para tráz sacos e outros recipientes plásticos...
gente que deve ser condenada a viver no meio dos casulos das cidades, enfiada nos centros comerciais, e do nosso parque só devem ter acesso a fotos e mesmo assim a uma serta distancia para não terem o atrevimento de estragarem.
delculpe a arrogancia mas fiquei demasiado revoltado nesta ultima visita ao paraiso do nosso pais.

Antonio Jose Pereira Costa disse...

Ao passar por aqui desejo um bom fim de semana, convido a seguir o meu blog.
http://ardegaopassadopresente.blogspot.com/
Um abraço.

Observador disse...

A beleza arrasta-nos para o deslumbramento.

Noesperesnada disse...

Bonito, muy bonito!!!

jefhcardoso disse...

As paisagens são lindas! Aceitei sua sugestão, me deslumbrei (sorrio), minha memória me levou até o Parque Nacional da Serra da Canastra, MG.
Jefhcardoso do
http://jefhcardoso.blogspot.com

Madalena disse...

Meus estimados leitores-visitantes,
Muito obrigada pelas vossas gentis e estimulantes palavras.Ao "Campista selvagem" respondi directo no seu blogue. Ao Observador, cujo "rosto de perfil", tal como o "Campista selvagem", é adequado a esta hora de deslumbramento, tendo em conta a luta pela presevação do lobo Ibérico que tive oportunidade de acompanhar nesta deslocação, obrigada pela pertinente observação. Ao António Costa, agradeço a passagem e retribuo os votos de boa semana, bons dias, bom Verão. A Noesperesnada, que tudo espera de um Mundo tão belo e contraditório, obrigada pela genuína exclamação e a Jfhcardoso, bem vindo e igualmente obrigada pelo gentil comentário.
A todos, cujos sites visitei, um abraço grato e votos de que continuemos a deslumbrarmo-nos perante a evidência e a evidenciar o que merece ser apreciado.

AC disse...

"...o êxtase instala-se e arrepia a alma, de azuis e verdes embriagada."

E tem razões para isso.

Beijo