31.3.11

RAÍZES

Em cada dia que passa, as minhas raízes tendem cada vez mais a ficar expostas, rasgando com força a terra das memórias que docemente as cobriam e gritando silenciosamente "Lembra-te de nós!Somos a seiva da tua alma!"

3 comentários:

Alexandre Correia disse...

Olá Madalena,

Essas são, realmente, raízes impressionantes. Aparentemente tão superficiais como fortes. Na vida, há quem ganhe raízes profundas com o passar do tempo e quem nunca as deixe enterrar. Os primeiros têm geralmente grande dificuldade de adaptação a novo canteiro, se alguma vez são transplantados, enquanto que os segundos parece que ganham ainda mais vida cada vez que mudam de vaso.

Beijo,

Alexandre Correia

Zé Povinho disse...

As nossas raízes são sempre uma marca que temos, quer estejam enterradas nas memória ou surjam à superfície.
Abraço do Zé

Marta Benicá disse...

Olá, passei para deixar o novo endereço do Martabelasartes http://www.martabenica.com.br/artes, o Martabelasartes.blogspot em breve será desligado. Já estou te seguindo com meu novo endereço. Passe para uma visita, você será sempre muito bem vindo. Um grande abraço. Marta Benica.